2016/05/16

boneca papel articulada

mais uma diversão
começou por ser a Marianita,
depois a Marianita transformou-se na mãe da Marianita
a seguir a Marianita precisou de um cenário e nasceu a parede e o chão da sala
a seguir veio a cómoda branca
logo a seguir o tapete e o ELVIS a dormir


uma cómoda sem candeeiro não serve por isso veio o candeeiro
a seguir a andorinha
e como a sala continuava demasiado branca apareceram as bandeirolas

por fim faltava "como guardar?"

foi para uma moldura sem o vidro porque como está com várias alturas não pode ser colocada numa moldura normal




e mesmo no final dia do dia acabou  numa moldura de caixa


2016/05/13

Reunião na escola

nunca tinha ido a uma reunião de escola com tantos intervenientes.
Nada como criar temas "dramáticos" e nisto a Direcção da Escola foi muito boa

Aproveitei para desenhar a multidão à minha frente, sempre me obrigava a ficar calada para não dar a minha opinião que ia provocar a confusão total na sala.



2016/05/12

Experiências com gente pequenina

ahah aposto que estão a ler porque pensam que estou a falar de bebés, mas não, queria mesmo era desenhar gente pequenina a várias distâncias e para isso usei as margens da página para não gastar demasiado espaço

no final ocupei o resto do espaço com as pessoas que por ali passavam


2016/05/11

O Marquês de Pombal lá em cima

ou lá em baixo, como queiram, estava a ser observado do Parque Eduardo VII

ficou numa versão Miami, porque com a quantidade de palmeiras que existem na rotunda lembrei-me de outras paragens


2016/05/10

hora de almoço na relva

no Parque Eduardo VII com muito sol e calor

desde que se coloque o alarme do telefone a tocar, é um tempo santo para dormir.

Mas como havia muita distracção quando me deu o sono eram horas de vir embora, mas enquanto lá estive ainda registei as visitas ao Parque

um casal que aproveitava ora para ler ora para brincar com o elque vermelho


e um chinezinho que se entretinha a apanhar flores pequeninas , que eu conheço por margacinhas


2016/05/09

vou registar as minhas flores silvestres

fiz um caderno pequeno só para guardar o registo das minhas flores silvestres, já comecei o registos, mas comecei da parte da tarde e não é uma boa hora.

Cheguei à conclusão que a melhor hora são as 7:00h com o sol a acordar e as flores a esticarem-se

Ficam aqui as primeiras páginas e ainda faltam muitas e muitas flores





2016/05/06

almoço de Domingo

em caderno artesanal de páginas amarelas, o meu actual diário gráfico, não estou a desgostar porque antes de pintar já tem cor


foi um almoço de "restos" para descansar ao sol e na relva, a ouvir os pássaros e a desviar a D.Antónia e a D.Carlota dos pés


2016/05/04

almoço no "Chinês"

uma almoço no "chinês" , se há comida que gosto é mesmo a de restaurantes chineses.


em caderno artesanal de folhas amareladas