2016/08/19

comunidade em movimento

planeamento do mês "O Centro de Dia visita os Casais da Serra"

(correcção: onde se lê "Ligía" deve ler-se "Ilda")


2016/08/17

Ponta Delgada

a muito custo conseguimos ter tempo para passar uma tarde e noite em Ponta Delgada, mas jé estava na fase de "cansada para desenhar" por isso pouco desenhei


E também descobri que desenhar edificios não é o meu forte, canso-me dos detalhes, mas também não gosto de edificios "caixote".

Gosto mesmo é de desenhar pessoas e situações que acontecem.

2016/08/16

2016/08/12

Alto Minho

A mesa dos "Espanhóis" que queriam saber o que era "beringela recheada", mas estavam a par do que era "bife à salsicheiro".

Eu também gostaria de saber o que era beringela recheada, mas já não consegui ouvir a explicação da cozinheira em perfeito "castellano".


O senhor da esquerda bem que se esforçava por ler o menú, mas estava dificil

os tais desenhos que já não sei se pinto ou não

este tem a lavandaria com água corrente muito boa e depois as caldeiras onde se colocam as panelas do cozido.


e aqui outra paisagem de lagoa, montanhas, mar e céu


e mais umas caldeiras


acabámos por ir comer num dos restaurantes que toma conta do seu "forno"


2016/08/11

Paisagens "cá de cima"



e quando conseguiamos chegar a uma localidade apareciam as construcções a branco e preto, em que o preto são as pedras da ilha. Nem precisam ser pintadas, são lindas assim e fazem lindos trabalhos .


2016/08/10

Sem dúvida das coisas que mais gostei em S.Miguel


Das vacas, dos prados verdes, das hortensias.

As vacas, o verde, as pedras nos muros e nas casas, as árvores muito altas, ... tudo isso me fez lembrar o Minho. O cheiro a verde e até o cheiro a palha.

No Minho não há hortensias, é verdade.

2016/08/09

As famosas lagoas dos namorados


A verde e a azul. Mais uma vez desculpem a minha falta de paixão, mas ver das alturas é bonito, mas só para ter a ideia geral depois é preciso ir mesmo pertinho das coisas. Sentir o cheiro, o barulho, o movimento...

Ah, estes foram os desenhos que me fizeram duvidar se queria continuar a pintar a aguarela

2016/08/08

Começaram os passeios por montanhas e vales


Está certo, a paisagem é linda, sem fim. Ou melhor, acaba já ali, no mar.

Mas eu gosto de ver o que está junto a mim, por isso gostei mais das hortensias que me encheram os olhos. Nunca tinha visto nada tão fantástico em termo de estradas.

O que interessa se a estrada tem um bom pavimento se é ladeada por tufos e tufos de hortensias?

No fim das férias já conseguia conhecer algumas caracteristicas das hortensias como por exemplo, abaixo de determinada altura não aparecem espontaneamente e acima de determinada altura desaparecem por completo.

Ah, estes foram os desenhos que me fizeram duvidar se queria continuar a pintar a aguarela

2016/08/05

a paisagem em S.Miguel


e finalmente consegui começar a ver a paisagem em S.Miguel, as tão famosas vaquinhas brancas e pretas.
Lindas, luminosas e sem cornos.

Descobri de onde são as vacas brancas e pretas sem cornos que estão numa colecção de animais e que eu duvidava que fossem de cá.

Outra coisa que achei muito giro, elas estão deitadas, passam imenso tempo deitadas. Nem elas andam em stress.

2016/08/04

Chegada com o Espirito Santo

Logo que chegámos a Ponta Delgada acertámos com o último dia das festas do Espirito Santo.
Já tinha visto na televisão, mas ao vivo tem sem dúvida maior impacto.

O que me impressionou foi o silêncio com que o desfile ocorre. Não fossem algumas bandas tocar de acordo com o planeado por algumas localidades e era um silêncio total de pessoas a desfilar. 


As pessoas juntam-se às "margens" com banquinhos para ver desfilar o cortejo. Os fatos que passam são impressionantes, parecem casamentos, baptizados, ... tudo o que é cerimónia.


Até mantos de veludo existiam


2016/08/02

Santa Cruz


Estas férias fui mais vezes para os lados de Santa Cruz e Ericeira do que nos anos anteriores todos que aqui estive. E cada vez gosto mais.

2016/08/01

Pastéis de Belém


a melhor hora para visitar é à hora de almoço antes da sobremesa, esperámos 5 minutos por mesa.

Mesmo assim cheiro de turistas, alguns bem estranhos como por exemplo um "japonês" que depois de ter comido uma tosta mista com a namorada e não terem gostado, olhavam para o "misto" como se fosse a coisa mais rara deste mundo, acharam que os pastéis nem eram nada de especial.

Para juntar a isso, primeiro beberam uma coca-cola zero e a seguir foram beber um leite com chocolate da Ucal e claro também não gostaram.

Ainda estive para lhes explicar a ordem com que se comiam as coisas, mas se não o sabiam é porque não merciam saber.